A palavra dele: “Ser o noivo”

30 jan 2018

{ A palavra dele }

É com toda a alegria desse mundo que apresento à vocês meu mais novo colaborador por aqui: o Fábio.

É isso mesmo. O meu marido a partir de agora vai escrever textos por aqui dando a sua palavra para os noivos. Melhor pessoa não poderia ser. Posso garantir. E isso porque ele foi um noivo absolutamente participativo, amigo, companheiro…! Sem igual.

A pessoa com quem estou casada há quase 10 anos e lado a lado há mais de 12 anos, sem dúvida alguma é o mais indicado para dividir um pouco comigo desse espacinho que tanto amo com assuntos que ele entende muito bem!

Espero que possam aproveitar muito!

“Tradicionalmente quem faz o pedido de casamento é o noivo. Costuma partir dele a iniciativa de propor o casamento. Claro, isso não é uma regra, é apenas o que usualmente podemos ver acontecer com mais frequência. E, mesmo que a iniciativa não seja dele, o “sim” apenas mudou de lugar e naquele momento a palavra companheirismo ganhou um novo significado. Surge, portanto, uma caminhada de mãos dadas onde o apoio mútuo é fundamental.

Um casamento não se constrói sozinho, não me refiro somente a celebração ou a festa, me refiro a vida que será compartilhada pelos dois. Pensando assim é que a participação do Noivo nos preparativos para o casamento, desde o pedido – ou da resposta “sim” – é algo extremamente importante.

Toda a preparação para o casamento serve como um estágio para o que vem pela frente, a vida conjunta se inicia desde já, com todos os seus incrementos. É preciso fazer o planejamento, tomar decisões, ceder à vontade do outro, resolver problemas, tudo isso em conjunto. Em um casamento os dois devem olhar na mesma direção e para que isso aconteça no futuro os preparativos ajudam muito.

Assim, você que é noivo, seja, verdadeiramente noivo, seja parceiro, seja companheiro, seja cúmplice da sua noiva! Se interesse pelos preparativos, mesmo que para você possa não interessar qual vai ser “a cor do lacinho do arranjo do centro da mesa, reservada para os padrinhos, que vai ficar à direita da mesa reservada para os pais, que tem um sousplat da cor que combina com a flor que estará nas cadeiras, com os marcadores com os nomes dos convidados escrito à mão” – você também não percebeu que tinha flor nas cadeiras, imagina que os marcadores de lugar foram escritos à mão – e, sim um casamento tem este nível de detalhe. O que o noivo deve prestar atenção é no fato de que a noiva escolheu, se preocupou, pensou, brigou com a decoradora e por fim encontrou a flor que ela queria. O noivo deve estar atento, deve se preocupar, deve dar atenção e mostrar para a noiva que, por mais que para ele não pareça, aquilo é importante.

Portanto, participe, se envolva, viva este momento pois ele é importante não só para um dia específico na vida dos dois, servirá e muito de um grande aprendizado para a vida conjugal.

Além disso, o noivo também estará lá e, sem ele, não há propósito naquele dia, eu pelo menos nunca vi casamento de um só.”

 

ser o noivo foto 2 A palavra dele: Ser o noivo

ser o noivo foto A palavra dele: Ser o noivo

Texto: Fábio Ibiapina| Fotos: 100layercake e the knot.

A palavra dele: “Ser o noivo”
Vote neste post!
2

2 Comentários

  1. Dora Thiago

    30 de Janeiro de 2018 às 14:45

    parabens Fábio . Respeito , admiração e cumplicidade 😍💕👏. Amei sua participação ❤️

  2. Natacha

    30 de Janeiro de 2018 às 15:57

    Muito muito amor, Dôrinha! <3

Deixe seu comentário

*